Feeds:
Posts
Comentários

Archive for novembro \12\UTC 2007

Explanações (ou QUIZ)

Perceberam minha ausência textual no blog? Eu sim! Para remediar, enfiei um tanto de vídeo do VocêTóba, hipocritamente, é claro!

 

Meu hiato bloguístico se deve a algumas ações profissionais que faço atualmente. Entre tantas outras, estou fazendo a assessoria de imprensa para a banda QUIZ. O grupo é formado por músicos formados em música na Unicamp. Coisa fina!

 

Comecei a trabalhar com eles não só pelo lance profissional da coisa, de entrar no mercado de trabalho e galgar meu próprio espaço nessa lama. A razão maior foi de estar em contato com pessoas que respiram música. Obviamente, seus olfatos são muito mais apurados que os meus e talvez isso seja mais um motivo para eu me interessar.

 

A QUIZ (no feminino mesmo – coisa de artista maluco?) faz um groove moderno recheado de elementos dos mais variados estilos. Ouve-se drum’n’bass em músicas de bossa nova. Disco em funk. E Moderna MPB em tudo. Tudo isso auxiliado por uma percepção sonora e concepção musical original e de muita qualidade! Precisa de rótulos ou influência? Ed Motta, Jamiroquai, Moska, Vinicius de Moraes, Chico Buarque, Ivan Lins… Junta tudo e pronto!

 

Eles lançaram recentemente o primeiro CD, auto-entitulado, e a distribuição está sendo (é impossível não gerundiar agora!) feita pela Tratore, especializada em artistas independentes (mas não amadores!). (Existe limites para parênteses num único parágrafo? O que a ABNT deve falar a respeito?)

 

O CD é animal. Músicas com arranjos muito bom e uma qualidade técnica de todos os músicos que é invejável. A cozinha é uma coisa francesa, meticulosamente coordenada pela batida certeira e criativa do batera Gigante em conjunto com o baixo do Gagá (ou Gabrilas… sei lá!), que sabe a hora certa de se manter na batida e a hora de fazer suas pontuações.

 

A “cama harmônica” é feita pelo guitarrista Emiliano e Pedro nos teclados que, juntos, conseguem dividir bem suas aparições, equilibrando bem as harmonias e melodias características da QUIZ!

 

Guga faz sua parte com uma qualidade absurda. Como já disse a ele, “No Seu Jogo” é um exemplo de como a banda consegue alterar de forma harmoniosa a dinâmica da música, perpassando por ritmos lentos e melódicos até um certo frenesi quase que catártico. E tudo isso é otimamente guiado (ou seguido) pelo vocal de Guga, que respeita cada clima da música, fazendo ora um vocal limpo e exato, ora jazzisticamente complexo, além de soltar a garganta de vez em quando.

 

Sei que parece demagogia este post. Mas saibam que fui ao show desses caras e escrevo aqui não como o assessor de imprensa deles, mas como um viciado em música de qualidade, que percebeu a tamanha originalidade e poder desses malucos!

 

Chega de puxa-saquismo, eu sei!

 

Ouçam e tirem suas conclusões, vai!

 

Adiós!

Anúncios

Read Full Post »

Para o Bay, véééééééééééiiiiii!

Read Full Post »

Abaixo, listo cinco vídeos que são necessários assisti-los de tempos em tempos. Cada um com o seu objetivo específico:

 

1- Cheech e Chong – Up In Smoke

 

 

Não sou um usuário de cannabis, mas esse vídeo é absolutamente genial! Eles são os trapalhões ao contrário (utilizando o conceito de Estamira). Para mim, esse trecho é clássico.

 

2- Wear Sunscreen

 

 

Tá… eu sei que esse é clichê! Mas, parafraseando Supersuckers: “You say cliche, I say classic”!

 

3- Ilha das Flores

 

 

 

Quem nunca assistiu esse documentário, hein? É aquele tipo e memória que você sempre se lembra de algo, mas nunca consegue saber de onde ouvir… Pronto!

 

4- Johnny Cash – Hurt

 

Eu sei que é fossa, mas que é foda é! O pianinho na mesma nota é de cortar os pulsos!

5- Bob Dylan – Like a Rolling Stone

 

Bob é Bob, né Léo?

 

Read Full Post »

Eis meu objetivo de vida para 2008!

Com o CD é o mais impressionante!

Read Full Post »

Andy Mckee… Sem comentários também!

Só dois vídeos para você ter uma noção do que o cara faz com um violão… e um outro instrumento “sei-lá-o-quê”.

E vamo que vamo…!

Read Full Post »

Estava eu num churrasco cercado por metaleiros falando sobre bandas medievais e com músicas de 42 minutos quando, num momento youtube, começamos a trocar vídeos e comentá-los (a base de muito álcool, diga-se de passagem).

 

Quando, de repente, vejo um vídeo que, como um violonista, resumo em uma palavra: FODA!

 

 

Ouça bem… E escute a percussão, a batida, o baixo, o violão… e a PORRA do trompete!! E ainda por cima ele é cego!!!! Foda demais!!! Raul Midon…

 

Pena que o CD dele não mostra TANTO essa habilidade. Ao invés dessa apresentação, o CD é gravado com banda e tals.

 

Esse outro vídeo também é muito bom, apesar de um momento um pouco… hhmmm… desconcertante:

 

 

Nessa versão muito boa de “Jealous Guy” (de um tal de Lennon… Who da fuck?) a cantora India Arie chega de surpresa e improviso. Porém, sr. Midon a confunde com uma outra cantora, Trijntje Oosterhuis (Duvido que alguém acerte a pronuncia DISSO!) e, ao descobrir quem é, apenas diz: “Isso acontece quando se é cego”. Apesar do humor-negro, achei muito bom!

 

Agora para terminar minha sessão “Raul Midon”… chore com essa:

 

Read Full Post »

Desculpa…

Peço desculpas pela falta de textos e afins novos. Ando bem ocupado e mal tenho tempo de pensar em post criativos, bacanas e bem feitos. Não que eu tenha conseguido isso alguma vez.

Enfim!

Read Full Post »

%d blogueiros gostam disto: