Feeds:
Posts
Comentários

Para compensar…

Para compensar a demora de um post… Que tal uns vídeos???

Tá. Não seria tão legal, mas garanto que é muito mais prático. Não só pra mim! Quem não prefere ver imagens ao invés de palavras, oras!

Vou pensar em um post bem supimpa e em breve colocá-lo-ei!

ABRASSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSS…

Anúncios

Read Full Post »

Videos natalinos

Read Full Post »

Andy Mckee… Sem comentários também!

Só dois vídeos para você ter uma noção do que o cara faz com um violão… e um outro instrumento “sei-lá-o-quê”.

E vamo que vamo…!

Read Full Post »

Ataxia – AWII

Sim, eu sei. Tá, desculpa. Mas… mas mas…! É o seguinte: meu blog não está atualizado por algumas razões. Entre elas, comecei a escrever na revista Paradoxo. Isso é um atenuante, pô!

Meu primeiro texto foi sobre o novo álbum do Ataxia, um dos projetos paralelos do guitarrista do Red Hot Chili Peppers, John Frusciante, que também tem um Myspace.

 

Ataxia - AWII

Download

Aqui está o link da matéria.

Vou tentar colocar mais coisas no decorrer dos dias, nem que seja mais algum Top5 ou videozinhos interessantes!

Read Full Post »

Zapeando os canais da TV em algum momento de vagabundagem, me deparei com uma versão diferente da música “Clocks”, do Coldplay. O piano da introdução estava lá, quase intacto. Porém, um arranjo de percussão e naipes de metal fazem a dinâmica da música se alterar para algo muito diferente do original. O clipe mostra uma menina assistindo à TV e vendo os problemas do aquecimento global em várias ocasiões. Além disso, algumas imagens psicodélicas ilustram o clipe, com alguns peixes saindo da TV, pássaros e outras coisas. A voz do vocalista, Chris Martin, também se manteve, mesclando com estética cubana.

Esses são os “Rhythms Del Mundo”, um grupo formado pelos integrantes do Buena Vista Social Club em parceria com Kenny Young, fundador do APE (Artist´s Project Earth). O projeto é sem fins lucrativos e visa abordar essas questões de aquecimento global. Lançaram um disco no final de 2006, sendo o último registro de Ibrahim Ferrer, que faleceu em 2005.

O álbum tem várias participações surpreendentes. Mais estranho que Coldplay cubano é a versão para a música do Arctic Monkey, “Dancing Shoes”. U2, Sting, Jack Johnson, Quincy Jones e Franz Ferdinand são alguns outros que participam desse projeto.

Vejam alguns clipes:

Primeiro, um resumo do álbum em questão:

Clocks – Rhythms Del Mundo com Coldplay :

Dancing Shoes – Rhythms Del Mundo com Arctic Monkeys:

Obs.: Nesse clipe eu não consegui parar de pensar nos episódios traduzidos do Batima!

I Still Haven’t found what I’m looking for – Rhythms Del Mundo Com Coco e U2:

Rhythms Del Mundo

Clique no álbum para fazer download

Confira mais SubVersões nos blogs: Ouse Ser Idiota (SubVersão Rock-loungística) e Naramig (SubVersão Fab Four-Metallística)!

Read Full Post »

Usando uma palavra supimpa e utilizando um conceito complexo, poderia dizer que esta música da Video Hits é “metalingüística”. Há uma série de citações de músicas da Jovem Guarda, mas a letra vai além. Faz-se uma espécie de manifesto, explicando e trazendo argumentos que fundamentam a “razão de ser” da banda e de sua sonoridade. Portanto, um post especial sobre uma pequena interpretação dessa música.

Antes, vamos à letra completa:

Video Hits – 5ª embalada 

Roda, roda, roda e avisa o minuto pros comerciais
Sei que em cada roda nessa pista está treinada pra queimar sinais
Aquele sonho antigo de passar pelo inimigo com rodas a mais
Traz para a lembrança outro sonho de criança que ficou pra trás

Você abusou do iê-iê-iê
Ta na hora de mostrar que nada mais vai me fazer parar
Nada mais vai me fazer parar

Esse carro antigo, agora envenenado, não vai perdoar
Aquelas estradas, muitas curvas judiadas, teve que passar
Tantos os tormentos enferrujaram os rolamentos de meu coração
Mas com o pé na estrada, põe uma quinta embalada por essa canção

Você abusou do iê-iê-iê
Ta na hora de mostrar que nada mais vai me fazer parar
Nada mais vai me fazer parar

Se deixei alguém a esperar
Não, não, não
Nada mais vai me fazer parar

(No post anterior, tem o link do álbum, “Registro Sonoro Oficial”, onde se encontra a música em questão).

Além de fazer uma homenagem aos anos sessenta, com diversos elementos que ilustram aspectos culturais dessa época, Diego Medina e Michel Vontobel, autores da música, “justificam” a sonoridade e abordagem retrô escolhida pelo grupo.

No refrão, uma pista da intenção da VH: “Você abusou do iê-iê-iê/Ta na hora de mostrar que nada mais vai me fazer parar…”. Apesar da crítica não ter tratado muito bem a Jovem Guarda nos anos sessenta, atribuindo a ela uma superficialidade e futilidade cultural, a música afirma que agora ninguém vai faze-los parar, pois continuarão utilizando da sonoridade sessentista brasileira em suas músicas, seja fazendo uma revisitação dos “clichês” (como os vocais de fundo e as linhas de órgão, por exemplo), ou uma releitura de músicas (é o caso de “Silvia 20 horas domingo”, sucesso de Ronnie Von, de 1968). Porém, essa intenção de explicar a expressão artística da VH está mais evidente numa outra estrofe.

Esse carro antigo, agora envenenado, não vai perdoar
Aquelas estradas, muitas curvas judiadas, teve que passar
Tantos os tormentos enferrujaram os rolamentos de meu coração
Mas com o pé na estrada, põe uma quinta embalada por essa canção

Temo aqui uma alusão a duas músicas básica da Jovem Guarda: “O Calhambeque” e “As curvas da estrada de Santos”. Porém, a letra mostra que agora o carro dos anos 60 não é mais o mesmo, está “envenenado”, assim como a Video Hits e seu sessentismo. A estrada que judiou do automóvel e que é um dos ícones dessa geração, serve como algo a ser lembrado e estudado. Agora o carro irá mais rápido, seguindo numa quinta marcha embalada e correndo solto nessa revisitação e curtição vintage.

Portanto, essa quase música-manifesto deu dicas da intenção da Video Hits. Infelizmente a banda não durou tanto tempo quanto deveria, mas ajudou a trazer de volta uma fase do rock brasileiro que, quer queira, quer não, teve muita importância.

Read Full Post »

Aprendi a fazer o upload de arquivos! Assim, atualizei meu post “Top 5 – Trilha Sonora” e coloquei os links dos arquivos para download.

E viva o mundo tecnológico e suas facilidades!

Read Full Post »

Older Posts »

%d blogueiros gostam disto: